Campanha do Combate ao Tabagismo

Campanha do Combate ao Tabagismo
Home · Tudo Sobre Câncer · Campanha do Combate ao Tabagismo

Infográfico

6 milhões de pessoas morrem anualmente em consequência do tabaco

Acesse o material exclusivo que o Centro Especializado em Oncologia fez para você e saiba mais sobre o Tabaco e seus efeitos.

Faça o Download

Quer saber seu grau de dependência da nicotina do cigarro?

Faça o Teste de Fagerström

 

Combate ao Tabagismo

1987

Dia 31 de maio criado em 1987 é instituído pela OMS , o Dia Mundial Sem Tabaco, como um alerta sobre as doenças e mortes evitáveis relacionadas ao fumo;

1989

Em 1989 o INCA passa a ser responsável pela coordenação do Programa Nacional de Combate ao Tabagismo;

1997

Em 1997 o INCA se torna o Centro Colaborador da OMS para o Controle do Tabaco e ainda passa a exercer a Secretaria Executiva da Comissão Nacional para a implementação da Convenção-Quadro para o Controle de Tabaco (Se-Conico), que coordena e articula a Política Nacional de Combate ao Tabaco.

 

Dados em Geral

População Brasileira
15% da população brasileira
sofre de Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC), doença que será a terceira maior causa de mortes, em 2020, no mundo (Serviço de Pneumologia do Hospital Alemão Oswaldo Cruz).
Queda de Fumantes
A queda de fumantes
foi de 50% entre 1985 e 2010, segundo o INCA.
Câncer de Pulmão
23 mil mortes anuais
por câncer de pulmão e ao redor de 28 mil casos novos por ano no Brasil (2011, INCA).

 

6 milhões de pessoas
6 milhões de pessoas
morrem anualmente em consequência da epidemia global do tabaco, sendo que 10% são fumantes passivos (INCA).
Estimativa de Fumantes
A partir de 2030
devem ser 8 milhões de fumantes, se nada for feito, principalmente em países não desenvolvidos (INCA).
10,8% dos brasileiros
10,8% dos brasileiros
ainda mentem sobre o hábito ato de fumar – o índice é maior entre os homens (12,8%) do que entre as mulheres (9%) (Vigitel, 2014).
1 bilhão de fumantes no mundo
1 bilhão
é o número de fumantes no mundo inteiro, segundo a Associação Médica Americana (AMA).

 

O tabagismo é responsável pelo desenvolvimento de cerca de 50 doenças, entre elas, o câncer, sendo que 30% das mortes decorrentes do ato de fumar são causadas por câncer de:

Câncer de Boca
Câncer de Laringe, Faringe e Esôfago
Câncer de Estômago
Câncer de Pâncreas
Câncer de Fígado

 

Câncer de Rim
Câncer de Bexiga
Câncer de Colo de Útero
Leucemia

 

A DPOC é uma condição progressiva na qual as paredes das vias aéreas inflamam e se tornam estreitas, evoluindo para ruptura dos alvéolos, caracterizando o enfisema pulmonar.

O câncer de pulmão é uma das principais causas de morte evitáveis no mundo, oferendo uma sobrevida média cumulativa total, em cinco anos, que varia entre:

Mortalidade do Tabagismo
13 e 21%
em países desenvolvidos
7 e 10%
nos países em desenvolvimento

Ouça também os nossos especialistas comentando as estatísticas e sobre outras doenças relacionadas ao tabagismo:

Alerta sobre a luta contra o tabagismo no Brasil (Dr. Elie Fiss)

Relação entre tabaco e câncer (Prof. Dr. Riad Younes)

Alerta sobre a relação entre o tabaco e doenças pulmonares (Dr. Elie Fiss)

Relação entre tabaco e câncer de pulmão (Prof. Dr. Riad Younes)

A importância do tratamento para parar de fumar (Dr. Elie Fiss)

Conheça os nossos Times Multidisciplinares Integrados

Agende uma consulta

Agende a sua consulta ou exame com nossos times multidisciplinares integrados pelos telefones (11) 3549-0665

AGENDE SUA CONSULTA