Boletim do Câncer

Boletim do Câncer
home · Notícias Sobre o Câncer · Antibióticos, risco de câncer e eficácia do tratamento oncológico

Antibióticos, risco de câncer e eficácia do tratamento oncológico

Estudo de revisão publicado no e-cancer buscou descrever os possíveis efeitos do uso de antibióticos em diferentes tratamentos oncológicos, especialmente imunoterapia, e explorar a ligação entre o uso prévio de antibióticos e o desenvolvimento de câncer. Renata D’Alpino (foto), oncologista do Centro Paulista de Oncologia (CPO), é primeira autora do trabalho realizado com a participação de especialistas do Hospital Alemão Oswaldo Cruz.

Apesar da inegável contribuição para o tratamento de doenças infecciosas e aumento da expectativa de vida, o uso de antibióticos pode provocar mudanças profundas e prolongadas à diversidade do ecossistema microbiano, afetando a composição de até 30% das espécies bacterianas no microbioma intestinal. “Ao modificar a composição da microbiota humana, os antibióticos alteram a ação de vários medicamentos oncológicos, potencialmente levando à diminuição da eficácia e aumento da toxicidade”, observam os autores.

Os autores ressaltam que o consumo de antibióticos entre pacientes oncológicos tem aumentado, e embora seu uso contribua para a redução da mortalidade por várias infecções, impacta negativamente a microbiota.

“Alterações no microbioma como resultado do tratamento com antibióticos, especialmente disbiose da microbiota intestinal, podem resultar na desregulação da homeostase imunológica do hospedeiro e aumento da suscetibilidade a várias doenças, incluindo câncer”, destacam, acrescentando que o impacto do uso de antibióticos nas terapias antineoplásicas ou no aumento do risco de desenvolvimento do câncer está sendo investigado.

Para a revisão, os autores realizaram uma busca no PubMed e selecionaram os artigos que exploram os efeitos dos antibióticos no microbioma humano, bem como aqueles que avaliam o potencial risco de desenvolvimento de câncer com o uso de antibióticos e sua influência no tratamento.

“Após extensa revisão da literatura, ficou claro o papel fundamental do microbioma tanto na saúde, quanto na doença. Nesse sentido, o uso de antibióticos no passado, ao alterar nossa microbiota, parece aumentar o risco do desenvolvimento de diversos tipos de câncer, além de influenciar no tratamento oncológico. Diversos trabalhos apontam uma pior evolução dos pacientes em uso de tratamentos oncológicos, especialmente imunoterapia, com o uso recente de antibióticos.

Apesar dos dados ainda serem escassos, entendemos que o uso racional de antibióticos pelos profissionais de saúde é fundamental para minimizar o impacto negativo de seu uso indiscriminado nos resultados oncológicos”, concluíram os autores.

Equipes Médicas

Agende uma consulta

Agende a sua consulta ou exame com nossos times multidisciplinares integrados pelos telefones:
(11) 3549-0665

AGENDE SUA CONSULTA